domingo, 25 de junho de 2017

Ação: MUTIRÃO CONTRA O FRIO NAS RUAS DO RIO DE JANEIRO


Quem quiser se mobilizar e me entregar até o dia da ação, eu recebo e levo, pois participarei no dia 22 de julho. Fico no mezanino da secretaria da DBq. Na sala 526, no 5º andar. Meu ramal é 7352 ou 7266. Meu cel/whatsapp: 98601-9440. Grupo: https://www.facebook.com/groups/282757282130072/?ref=br_rs Evento da próxima ação: https://www.facebook.com/profile.php… https://crispassinato.wordpress.com/

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Vamos fazer uma blogagem coletiva sobre "Alquimia: a química vem ou não ...

Vamos produzir juntos para o http://crispassinato.wordpress.com - "Pesquisas de Química"?
Venha
https://chat.whatsapp.com/AO7FKjMwPgl8YhhvSxdXTv

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Quero equilibrar meus desequilíbrios



Minha melancolia e intensidade são fogo alto que queimam, a mim e a quem sufoco... Tenho de mudar isso urgente... A solidão tb me sufoca. E afastar quem gosto me dói e fecha a glote explodindo o soro de minh´alma através de minhas lágrimas... Suor e lágrimas se misturam e quando volatilizam me fazem sentir a dor do ressecamento de minha vida... Se não envelheço por fora, sofro por dentro. A corrosão de minha sensível essência unida às minhas explosões e ebulições me causam a morte em vida precoce. Preciso conter tudo isso e sentir de forma mais equilibrada, senão a qualquer momento eu me subtraio no isolamento e evaporo e formo um éter de mim mesma das alucinações que me vêem em mente e não existo mais pra não ser peso a mais ninguém. Duras palavras, mas meu ser diz pra minha consciência isso... Segundo a Viviane Mosé, isso é crescimento. Isso é o encontro de nós conosco mesmos e precisamos viver isso sem nos anestesiar pra que possamos crescer...



sábado, 8 de abril de 2017

Às vezes me sinto impotente… Problemas no ensino!


É tão curioso como a história vai modificando de acordo com os tempos... Como as pessoas distorcem, às vezes com a melhor das intenções, às vezes com intenções não tão boas as coisas... Por exemplo: o ensino muitas vezes é dificultado pela linguagem que cada disciplina assume perante os alunos educandos. Temos nossos dialetos, nossas imagens que reduzimos para que eles compreendam, os livros mal feitos por imposições mercantis e editoriais, para serem adequados a editais e tudo mais. Tantas coisas são tão perniciosas e nos bloqueiam o canal que deveria ser tão fértil e mais pensado, mais debatido que é o ensino? Educar como se nem ensinar conseguimos? O maior dos obstáculos não são as ferramentas, dinheiro, nada disso, e sim o da LINGUAGEM!