sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Pokemon Go, onde vamos parar? Para onde você vai nos levar?


Gente, eu sou mega ultra blaster virtualizada, mas tem limite. Não, eu não acho normal algumas coisas que vejo acontecer. Modinhas virtuais e aplicativos viciantes a ponto de pais deixarem filhos pra fora de casa, bebês. Crianças que ficam loucas, viciadas, ansiosas, nervosas para conseguir pegar um avatar, um bichinho virtual, etc... Lembrei do Tamagoche que eu tive, ele não me deixava ser uma louca assim, pq ele pedia pra fazer as funções de uma pessoa que cria um bichinho mesmo, só que era um brinquedinho eletrônico. Só que esse Pokemon Go parece ser mto mais viciante. Muito mais absorvente e está todo mundo doido com o tal jogo. Vejo pessoas defendendo o jogo como a pessoas, vejo pessoas comparando às redes sociais, sendo que as redes sociais, ainda têm 1 adjetivo que me conforta em ser tida como "viciada", elas são SOCIAIS. Nas redes sociais eu me comunico, eu me informo, eu leio, eu estudo, eu trabalho, eu convivo com pessoas que estariam distantes de mim, e eu estou socializada de alguma forma. O Pokemon GO, não! Não sei se vocês concordam comigo, mas não consigo comparar uma coisa com a outra. Eu, na rua, pouco abro o celular, em meu trabalho, enquanto estou em algum serviço, não abro também, só abro quando estou em pausas, sem fazer nada e mais uso para trabalho e estudos. Não vejo mal em me relacionar via redes sociais e aplicativos para mensagens, mas viver em função e correndo atrás de um bichinho virtual é sei lá, esquisito e eu não me renderei a isso mesmo. Tudo tem limite, sabe! Querem brincar, blz. Se os faz feliz, ok! Mas tentem ter equilíbrio e bom senso, pois não é legal depois perceber que se tornou escravo de um jogo. Bjs

domingo, 31 de julho de 2016

Menina interior mais viva que nunca!


Porque toda mulher tem uma menina dentro dela, e não tem jeito de esquecer dela. Eu, pelo menos, gosto muito de manter a minha viva, pois é ela quem quebra a responsável, caxias e certinha da mulher que me tornei... A vida me pede que eu seja mais maleável do que minha natureza me pede pra ser. Essa menina me torna mais tolerante, mais alegre, mais bonita. E vamos viver mantendo nossas crianças interiores brincando de serem felizes.
Bjs, bom domingo!

sábado, 23 de julho de 2016

O que é ser feliz, afinal?


Muitas vezes, nós nos prendemos a rótulos estipulados por terceiros, seguimos regras o tempo todo, seguimos as convenções a todo tempo.
Muitas vezes, nós somos vítimas do sequestro de nós mesmos por termos que nos adaptar e nos moldar para vivermos dentro de conceitos da sociedade.
Muitas vezes para vencer precisamos de um pouco mais de coragem para desviar das curvas do comum e mostrar que não somos carneirinhos e nem ovelhas negras, simplesmente somos nós mesmos.
Sim, para ser feliz, é indubitavelmente necessário que sejamos nós mesmos sem medos e nem culpas, mas com a coragem necessária para sorrirmos de forma leve e sem barreiras e nem muros.
Sejamos felizes!

domingo, 17 de julho de 2016

Arrogância, mal do século. Reduto dos ególatras.


"Arrogância é a arma dos incompetentes." uma fala incrível de uma amiga já querida... Vc tem razão, amiga linda, os arrogantes usam dessas vestes para manter seus interlocutores à distância necessária para não questionarem suas instáveis inconsistências. Mal sabem eles que através dessas desconstruções que se fazem as evoluções mais importantes que nos fazem seres muito melhores. Um dia, quem sabe com a experiência e maturidade, eu espero que não venha muito tarde e nem prejudique a ninguém, venha a tal humildade? As pessoas que são arrogantes deixam de crescer, vivem em redomas espeças que são rodeadas de paredes por dentro espelhadas que só permitem refletir os seus egos lustrados pelos elogios superficiais de quem por algum interesse os aplaude, e isso é tão fantasioso... O dia que seus castelos foram destruídos a dor será maior. Mas a dor também é um processo bom de evolução e fortalecimento. Para os competentes, qualquer processo de erro, dor, desconstrução, crítica são portais para um mundo novo que é tão maravilhoso dos aprendizados e novidades que queremos mais e mais. Quem é competente não tem medo de crítica e nem de obstáculo, ele quer mais é sair das zonas de conforto e vencer tudo e todos para crescer e aprender cada dia mais, infinitamente e só parar quando acabar o seu tempo nesse plano, nesse mundo. Assim penso, assim serei sempre, e quero ser sempre humildemente só uma pessoa comum que está em evolução, construção, em busca de aprendizados. Boa tardinha de domingo a todos.

Minha fé é racional também!


Tenha fé, mas nunca bitole e homem e igreja alguma dominar sua vida e seu dinheiro. Deus não quer que vc se esfole de trabalhar pra dar tudo pra Igreja. De jeito nenhum. Deus quer, certamente, que sua misericórdia e compaixão façam de suas orações espontâneas, de coração, não as decoradas, mas as de todo seu ser, sejam transformadas em ação, em obras de verdade e não precisa ser nada extraordinário, pode ser no seu dia-a-dia. E outra coisa, esse papo de milagre, é algo que vc tem que fazer muitos esforços, 99% é trabalho seu e é cotidiano, não é nada sobrenatural, não. Tem mais... O perdão vem da sua contrição em oração, o que vc confessa é uma metáfora da humildade e o padre não quer saber detalhes do seu pecado e nem lista de trocentos pecados, não, ele quer resumidamente e as contrições são mais oracionais e em obras do que castigos hoje em dia... Procure um orientador espiritual para te dar um norte e não que o use como uma espécie de escravo de um templo, de uma empresa, uma firma, que nada tem a ver com a sua fé de verdade. Busque você as obras mais próximas de vc, na sua vida. Outra coisa comunidades e pessoas de fé midiáticas são seguidas e procuradas por multidões, muito dificilmente irão pessoalmente te atender ou dar atenção, eles são como qq pessoa comum, cheias de falhas, não os mitifique e nem santifique, eles são acima de tudo pessoas. Enfim, é isso...

sábado, 16 de julho de 2016

Eu consigo!


Às pessoas que um dia, por ventura eu solicitei ajuda e elas deram de ombros e joão sem braço: Eu consigo tudo por meus esforços, se vc não facilitou, era só 1 dos vários caminhos que eu tinha para chegar onde queria. Todos os meus objetivos, de alguma forma, um dia, mesmo que de uma forma mais difícil ou mesmo com um pouco mais de tempo, mas eu cheguei. As minhas causas são justas e nobres e tudo que eu faço é com, por e em nome do AMOR. Por isso, agradeço, pois você só me fez me esforçar mais ainda e conseguir de maneira mais brilhante tudo que eu queria. E aos que me deram a mão e me ajudaram sempre, minha gratidão e amor eternos. É isso... Só queria fazer um agradecimento de meio do caminho rs :)