domingo, 6 de fevereiro de 2011

Beleza põe mesa?


Tem gente que usa o corpo que cultiva e cuida o tempo todo pra conseguir um bom marido, ou uma aparência pra se colocar nesse mundo aí.
Tem gente que escala a vida por aí, correndo atrás de eventos, shows, festas e até tira onda de coisas que não são e conseguem uma lasquinha e 5 min de sucesso.
Tem gente que encontrou já a sua galinha dos ovos de ouro e conseguiu a grana e o sucesso, a fama que quis.
Tem gente que não tem nada disso e só fica vendo a banda passar e esperando que Deus ajude no meio de todo trabalho e luta.
Essas pessoas que correm atrás por si mesmas, que correm atrás pelas próprias mãos, que não se recostam por aí em muretas
que podem apesar de todo concreto ser corroídas pelo tempo e pelas bactérias de toda essa podridão e cairem.
Virão pó e o que foi conquistado aos poucos e de verdade, vira tão forte que pra eternidade fica e nada o poirá.
É nisso que me baseio pra viver.
Viver da ilusão de que alguém em algum conto de fadas pode te dar a mão e com uma vara de condão pode
te tirar do anonimato, do seu casulo, conseguir um emprego, um cargo legal, uma aprovação em alguma prova,
algo desse tipo ou por aí se eu for analisar e pensar, muito mais ainda, se a gente ficar nessa ilusão...
Ah, a gente morre de fome, não vive e ainda por cima não conquista nada, na real, o máximo que consegue
é mais sonho e mais ilusão, isso é bom, mas não é tudo.
O sonho que vira realidade é aquele que nós mesmos conquistamos com todo o nosso esforço.

Cris Passinato