quinta-feira, 8 de março de 2012

Quem é da rua não é animal... Nem coisa... É gente!



Estava sem café da manhã. Parei em uma loja de produtos naturais e escolhi um biscoito integral de linhaça e outro doce de aveia com gotas de chocolate light. Comprei água de coco e fui para o ponto de ônibus. Peguei o ônibus e comecei a comer. Sentei na janela... O ônibus parou e em um ponto, vi pessoas grandes brincando umas com as outras. Tratava-se de um grupo de moradores de rua.
Um deles não titubeou e me perguntou:

- Tia, me dá um biscoito?

Pensei: "Mas um vai matar a fome dele?"

Já sabia que ele iria dividir com os outros amigos, e não deu outra, foi mesmo.
Dei dois e ele e os amigos rapidamente devoraram e o rapaz veio à janela novamente e disse:

- Hmm tia, onde a senhora comprou? Gostoso esse biscoito!

Respondi:

- Na loja de produtos naturais, é integral, ele é saudável... Quer mais?

Ele:

- Quanto custou?

Pensei rápido e disse:

- É caro, mas você quer mais?

Ele ficou envergonhado e disse:

- Querer, a gente quer, mas... 

Não pensei duas vezes e passei a mão no biscoito e dei antes que o ônibus arrancasse, e isso foi tudo muito rápido...
Só olhei para trás e vi a festa dos moradores de rua com o pacote de biscoitos caros e me acenavam agradecendo de longe.
Eu sorria de satisfação...