terça-feira, 10 de abril de 2012

Banho de caneca reflexivo...


O ânimo tranqüilo de um justo pode descobrir mais coisas que todos os sábios. Sófocles
Pronta pra sair... 
Pois bem... Banho quentinho até de caneca é gostoso, e nos deixa novos para nossa lida.
Estou pronta pra labuta.
Tomando meu banho pensei nos antigos que tinham que ir longe ou tirar águas de poço e tomar banhos de água aquecida pelo fogo à lenha.
Tudo era mais difícil, demorado, longe, ir buscar a água no rio distante, ou mesmo tirar do poço pela força do seu braço cansado...
Conseguir lenha para queimar e tirar fogo dessa madeira e aquecer um pouco dessa água. O suficiente para aquecer um balde de água gelada.
Ao mesmo tempo, usar dela para lavar o rosto e acordar com aquele choque refrescante e sentir o relaxamento depois.
Tudo era precário, tudo era mais difícil, hoje temos encanamento, água, cisternas, saneamento, tudo, e não fazemos uso devido.
Desperdiçamos água, energia, tempo... Ah! Esse é o pior... Como se gasta tempo com bobagem e à toa.
Tanto há a se fazer de importante na vida da gente, e perdemos tempo com tanta asneira que não dá em absolutamente nada...
Há tanto a se fazer para perder tempo com pequenez e assuntos menores. Temos que ser responsáveis pela mudança do todo a partir de nós.
Vou indo, queridos, pois o tempo urge e preciso trabalhar. O foco é: ser feliz. E eu sou muito feliz com o que faço. Amo meus trabalhos.
Boca Livre- Anima - http://t.co/xxgmm0qU