sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

"Bom" ou "ruim"? O que será "certo" ou "errado"?



Sartre diz que nossas atitudes são espelho para o mundo, e por isso não podemos ser totalmente independentes.
Isso muda o foco de muita coisa.
Quando achamos de forma egocêntrica que podemos viver isolados num canto não sendo interferidos e nem interferindo na vida de ninguém, enganamo-nos.
Somos e estamos atrelados sempre a alguém e nossos atos acabam sendo observados, tomados como exemplo, pode ser bom ou ruim, mas exemplos.
A palavra "moral" em latim é a mesma coisa que a palavra "ética" em grego, tendo a mesma origem, mas com tempo tomando funções diferentes.
Há pequenas diferenças que devemos tentar compreender e distinguir, assim conviver com as duas tendo atitudes um pouco mais civilizadas...
Já que não temos como fugir dessa predestinação de viver em conjunto e sermos exemplos, precisamos nos entender com a "ética" e a "moral".
Uma vez entendendo e conceituando bem, podemos vivenciar de uma maneira melhor o que é o bem e o mal e nos tornarmos "bons" exemplos.
Conviver com seres dísparos, diferentes entre si é muito difícil, mas se há uma convenção de limites entre esses seres a coisa anda melhor.