sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Amor - filme, estreia


Fui ver o filme "Amor", aclamadíssimo pela crítica. Afinal o bonequinho do "O Globo" se levantou e aplaudiu algo.
Muitas pessoas perguntavam na bilheteria se era bom mesmo, pois era unânime a opinião de que se tratava de um excelente filme. 
E foi mesmo, e por isso trago como sugestão para o final de semana.
Infelizmente, filmes como esse não caem no gosto do grande público, vai haver quem preferirá assistir a "Django" que promete e eu verei na semana que vem, pois o elenco é excelente e parece ser um filme daqueles, mas sabemos que é óbvio, não põe para pensar.
Pois é, é essa a preguiça do público em geral, é a coisa do refletir, criar e pensar...
Destaco a atuação dos atores das personagens principais, realmente, emocionante!

Sinopse:

Georges (Jean-Louis Trintignant) e Anne (Emmanuelle Riva) são um casal de aposentados, que costumava dar aulas de música. Eles têm uma filha musicista que vive com a família em um país estrangeiro. Certo dia, Anne sofre um derrame e fica com um lado do corpo paralisado. O casal de idosos passa por graves obstáculos, que colocarão o seu amor em teste.

Fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-188067/

Trailer:



Minha opinião:

O filme é belíssimo, tudo que foi feito foi por amor. Resume bem o nome do filme. Lógico que um filme, ficção, e com prentensões filosóficas não se pode querer lógica. A ideia central tem coerência com o desfecho. Quem não entendeu o final não percebeu que o filme era um ciclo. Muito bom. Gostei muito.