sexta-feira, 11 de abril de 2014

Cidade purgatório da beleza e do caos


Rio 40 Graus

Fernanda Abreu

Rio 40 Graus..(2x)
Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos...(2x)
Capital do sangue quente
Do Brasil
Capital do sangue quente
Do melhor e do pior
Do Brasil...(2x)
Cidade sangue quente
Maravilha mutante...
O Rio é uma cidade
De cidades misturadas
O Rio é uma cidade
De cidades camufladas
Com governos misturados
Camuflados, paralelos
Sorrateiros
Ocultando comandos...
Comando de comando
Submundo oficial
Comando de comando
Submundo bandidaço
Comando de comando
Submundo classe média
Comando de comando
Submundo camelô
Comando de comando
Submáfia manicure
Comando de comando
Submáfia de boate
Comando de comando
Submundo de madame
Comando de comando
Submundo da TV
Submundo deputado
Submáfia aposentado
Submundo de papai
Submáfia da mamãe
Submundo da vovó
Submáfia criancinha
Submundo dos filhinhos...
Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante...
Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos...(2x)
Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos...
Eh! Rio 40 graus...
Quem é dono desse bêco?
Quem é dono dessa rua?
De quem é esse edifício?
De quem é esse lugar?...(2x)
É meu esse lugar
É nosso Esse lugar
Eu quero meu crachá
Sou carioca,brasileira e Vascaína
Pô!...
"Canil veterinário
É assaltado liberando
Cachorrada doentia
Atropelando!
Na xinxa das esquinas
De macumba violenta
Escopeta de sainha plissada
Na xinxa das esquinas
De macumba gigantescas
Escopêta de shortinho algodão"...
Cachorrada doentia do Joá, eh!
Cachorrada doentia Madureira
É Cachorrada doentia de Ipanema
Cachorrada doentia da Rocinha
É Cachorrada doentia da Rocinha
É Cachorrada doentia do Leblon...
Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante...
Rio!...
Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos...(2x)
Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos...
A novidade cultural
Da garotada
Favelada, suburbana
Classe média marginal
É informática metralha
Sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De batucada digital...
Gatilho de disket
Marcação pagode, funk
De gatilho marcação
De samba-lance
Com batuque digital
Na sub-uzi musical
De batucada digital
Eh!...
Meio batuque inovação
De marcação prá pagodeira
Curtição de falação
De batucada
Com cartucho sub-uzi
De batuque digital
Metralhadora musical...
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Funk!
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Samba!
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Tiroteio!
De gatilho digital
De sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De contrabando militar
Da novidade cultural
Da garota Favelada
De shortinho, de chinelo
Sem camisa, carregando
Sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De batucada digital
Ulalá!...
Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante
Huuuummm!...
Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos...(2x)
Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos...
Capital do sangue quente
Do Brasil
Capital do sangue quente
Do melhor e do pior
Do Brasil...
(O Rio de Janeiro!)
(O Rio De Janeiro!)
(Soy Loco Por Ti!)...
Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos...(2x)
Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos...

Não poderia estar mais atual tal letra.
Ao mesmo tempo maravilha, ao mesmo tempo purgatório e caos.
Assim vivemos no Rio de Janeiro. Em um verdadeiro paradoxo.
Truculentas ações de militares em favelas ditas em processo de “pacificação”. Militares, sem permissão, invadindo escolas e disfarçadamente, com pretextos idiotas instalando escutas e câmeras para encontrarem traficantes de drogas dentre alunos e por quem ali passa.
Sem dizer no inferno que se instaurou com as várias obras pela cidade que além de modificar em curto prazo a arquitetura e as principais vias dela, não está dando conta do impacto que essas mudanças estão causando. Um bom exemplo disso foi o que vivi hoje na Linha Amarela, pois ao acontecer um acidente e, por acaso, moradores de uma favela no entorno que estavam fugindo da polícia em uma dessas operações que vêm acontecendo fizeram com que a via fosse totalmente parada por 3 horas. Entre 8 h e 11 h fiquei dentro de um ônibus que depois de saber da tal invasão ao engarrafamento resolveu fazer desvios que levaram a lugares em que nem os passageiros sabiam onde estavam e por onde também via-se filas e filas de veículos parados.
Parecia um inferno. Onde passávamos, havia um nó de carros. 
Nossa cidade parece um campo de batalha. São as manifestações, protestos, operações, esse trânsito, toda situação vem só piorando com o tempo.
Eu queria saber onde os nossos governantes moram e se eles não precisam de nada do que um assalariado precisa um dia?
Será que essa gente mora em uma redoma e lá dentro dela haja uma cidade como o país das maravilhas da Alice do conto de fadas?
Não é possível! Onde vamos chegar?
Pois no caos já nos encontramos!