segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Chega de vitimismo

Parei há muito tempo de me vitimizar diante dos fatos que me fazem sentir, por algumas vezes derrotada. Passei a admitir uma postura de dona dos meus gestos e ações, falas e opiniões e me sinto, atualmente, mais mulher, mais dona de mim, mas protagonista da minha própria vida. No meu caminho os tropeços são meus, pelos passos mal dados ou pelo não prestar atenção ou mesmo perceber as pedras e buracos no meu rumo. E o rumo que sigo eu escolho, não o outro. Tudo é opção e escolha minha, ou seja, não tem ninguém que seja culpado pelos enganos, decepções, ilusões e fracassos que, por ventura possam ocorrer em minha vida. A partir do momento que começamos a nos exercitar a pontuar admitindo erros e os consertando, os fardos vão ficando mais leves e a postura vai ficando mais ereta e o caminhar fica muito mais facilitado. É bom tentar...