segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Quando eu sei que é amor: quando não quero pra mim e sim, por nós...

Esse é o erro. A posse. Todo mundo acha que quando ama é dono.
Ledo engano.
Somos partes inteiras que andam olhando para o mesmo foco. O amor.
Caminhar no amor é saber que precisamos libertar, dar liberdade, fazer o outro se sentir livre.
Quem ama está seguro de que nada pode fazer além de dar as mãos.
Essa é a única certeza, a de caminhar ao lado, caso aceitos pelo lado amado.
Do contrário, torça da mesma forma, canalize seu amor e o transforme em outro tipo, equalizando e aparando pelas arestas a paixão e focando no bem do outro.
Simples de ser dito, mas muito difícil de ser exercitado.
Porém quem ama, fácil e naturalmente até por instinto aprende.
Do contrário, não é amor, é outra coisa qualquer que não amor.