domingo, 11 de janeiro de 2015

Padre Marcos Belizário Paris Marcha Je sui Charlie

Padre Marcos:
"Finalidade explícita em declarações deles: banalizar o Islã como banalizaram o catolicismo
Padre Zezinho:

"SINAL VERMELHO PARA OS CRENTES .
Eles, os libertários, são convictos: defendem com veemência os seus costumes em qualquer lugar.
Mas atacam os púlpitos cristãos , judeus e muçulmanos.
E nos questionam, denunciam, ridicularizam e nos tacham como ultrapassados, conservadores , preconceituosos e anti gays quando expressamos nossas convicções que não rezam pela mesma cartilha .
Conseguiram passar uma lei que pune quem discorda deles: ou concordamos e nos calamos , ou jogam a mídia contra as igrejas.
Por medo dos petardos deles há pregadores que têm medo de expressar a doutrina de suas igrejas a respeito da sexualidade. Omitem-se. Eles falam grosso e exigem que falemos suavemente e pedindo desculpas antecipadas .
Mas eles não hesitam em fazer charges pesadas contra os religiosos e fazer piadas contra igrejas cristãs , contra os judeus e os muçulmanos como no caso do jornal CHARLIE.
Querem o direito de cantar, mostrar na TV e no cinema, encenar até na rua, escrever , e publicar suas convicções sobre a liberdade que praticam. E quem ousa dizer que discorda, é acusado de apoiar a violência contra eles. Eles sabem que não apoiamos nem violência das armas, nem a da caneta, nem das telas!
Mas não querem que discordemos deles nos nossos púlpitos e nas nossas escolas.
Em resumo: para eles o sinal está verde. Para nós que pregamos uma moral que veio dos apóstolos e de Jesus o sinal está piscando no vermelho!
Eles não tem medo de nossos púlpitos , mas muitos cristãos têm medo das canetas, dos editoriais e da TV deles!
Os crentes perdem quando usam da violência. A mídia perde quando acha que está tudo secularizado! Não está e não estará!""
Via Padre Marcos Belizario, em Paris, diretamente da marcha ‪#‎jesuicharlie‬