sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Adeus, L.


Chocaca com a notícia da morte de um aluno meu, de apenas 17 anos. A vida do crime nunca compensou e nem é hj que vai compensar. Uns conseguem protelar as sentenças ou de morte ou de cativeiro em prisões, outros muito prematuramente acabam sendo ceifados de uma vida inteira. Pena. Jovem e poderia realizar muitos sonhos se não fosse pela vida fora de ordem. Meninos, meninas, cuidem de suas vidas, por favor. Estudar é chato, eu sei, é sim, nunca disse que iria ser agradável e fácil, mas pelo menos, o final é sempre mais digno e vc pode viver muito mais - provavelmente - sendo honesto, sóbrio e saudável.
Meus alunos, eu quero ver daqui muitos anos, com suas vidas dignas e duradouras por terem escolhido um caminho mais acertado.
Não quero fazer discursos de moralismo, longe de mim, mas quero deixar meu pesar por conta da indignação não de terem feito justiça de forma violenta, pois não é justificativa, é um crime como qualquer outro, porém... eu me indigno mais é de perder para o tráfico, para a criminalidade e perder para essa vida infeliz do crime quando se trata de um jovem.
Pensem, reflitam, é um exemplo de perto para vcs pensarem no que é melhor para a vida de vocês.
As oportunidades são muitas e os engodos (ofertas de vida fácil, boa, ostentando o que não tem na realidade pago por "eles", mas tudo não passa de ilusão!).
Conversei com um aluno sobre isso e ele sabe do que digo, e ele mesmo admitiu: "Isso não é vida!"...
Descanse em paz, meu jovem!
Meus sentimentos a todos os familiares e amigos do menino, pois pra mim, era um menino, ele ainda era até menor.
Dói mto. Mto mesmo saber dessas coisas...
Bjs, boa noite.