terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

A grande necessidade de ser feliz


Estava no final de semana lendo e ouvindo alguns filósofos falando sobre a felicidade. Muitos convergiam para uma simples acertiva: "A felicidade está nas coisas simples e dentro de nós." Aristóteles, Sêneca, Tagore e muitos outros falam dessa coisa da felicidade estar dentro do que é singelo, cotidiano. Junto a isso, observei a necessidade hoje das pessoas serem felizes ou mostrarem isso. Sendo, que engraçado, qualquer ser humano normal passa por altos e baixos, mas hoje a necessidade extrema de se mostrar feliz é algo que me assusta cada dia mais. Para isso, as pessoas andam repetindo, compartilhando, divulgando de forma extensiva frases de otimismo e de motivação. Acho a prática ruim? Não! Só me incomoda a pouca reflexão sobre tudo isso e a consequente anestesia diante do somente "belo". "Ah, como é bonito!" e por aí paramos. Precisamos, sim, dessas frases de efeito, mas com outro sentido e exercício, o do pensar. Acho que felizes seríamos se usássemos do material lindo que temos para engrandecer o que temos de mais precioso em nossas essências: o pensar.