terça-feira, 29 de março de 2016

Não quero matar a criança de dentro de mim...


Às vezes me pergunto por que Deus me deu a sorte de conviver com os mais difíceis? Talvez seja para poder crescer tudo que resisti crescer até então. Mas não é a criança interior da gente que faz com que sejamos melhores, pois nos fazem permanecer sonhando, sorrindo, nos alimentando da bondade? Não! Não quero que matem a criança que tem ainda dentro de mim. Não me afastem da minha ingenuidade e nem me façam ficar com o coração de pedra. Quero crescer, mas continuar sendo uma menina de coração e alma. Boa noite!