sábado, 4 de junho de 2016


Queria dedicar uns minutinhos a conversar sobre algumas coisas que tenho vivido, passado e testemunhado, mas de forma leve e impessoal. Ultimamente, eu tenho estado mais ausente das redes sociais e de meus blogs, escrito menos, mas não menos atenta aos movimentos que ocorrem. Tenho percebido que um nicho daqui do nosso convívio mudou o vetor e o eixo de comunicação, mas pouco se modificou comportamentalmente. Na realidade a mentalidade, a ideologia é a mesma. A forma c/ se comunicam é outra, é mais reservada e menos aberta, mas as ações não mudam. O requinte de maldade foi sofisticado e + intensificado ainda, mas infelizmente convivemos c/ isso no mundo, seja o real quanto o virtual. As pessoas ainda se fantasiam de fakes, fazem-se de amigos e depois de confidenciarmos anos segredos, ameaçam quando necessário e nos mantêm reféns... Ameaças, chantagens, expedientes medonhos são utilizados, e a pessoa carente q se entregou de alguma forma já foi espoliada de sua liberdade. Pior ainda, há de todo tipo de gente querendo fazer com q vc seja provocada, para que vc caia em provocações e te denunciem, processem, etc. Usam e recortam, imprimem, mandam e-mails, printam, fazem de tudo para denegrir quando necessário alguém, e como se defender disso? Como? Talvez, não permitindo que cheguem... Depois é um inferno pra sair dessa maldita gaiola de tortura psicológica. Outra coisa é como as pessoas comuns estão lidando com a imagem das celebridades com as quais se identificam. Está complexo o negócio. Gente, ninguém vai ser completamente si mesmo na mídia, entendam... Eu achei por um tempo que as pessoas eram, mas não são. Pelo menos completamente. As pessoas se protegem, as pessoas usam de artifícios para mostrar só o que é bom, mas elas não são na sua vida íntima como mostram, galera. Tem meia dúzia de pessoas ingênuas (como um dia, tb fui), que acham que tem algumas pessoas que são exatamente o que mostram. E não é assim. Não projete sua fantasiosa visão nas pessoas que vc elenca como ídolos, pois é um peso, e é mto chato a gente ainda cobrar por isso. Eu já fiz isso no passado, e me dei mal... Ng vai modificar por tua causa, pode no máximo acatar sugestões boas e serem gratos, e só. A vida dessas pessoas é mto diferente, é muito mais complexa, e talvez, vc não quisesse levar a vida de quem vc admira, te garanto. Então, seja razoável e cobre menos das pessoas famosas e não agrida ng que, por sua vez não deu o retorno que parecia tão importante pra vc. Isso tudo aqui é mto vitrine, frágil, superficial. Procure alguém próximo e real e relacione-se de verdade, é mto melhor. Conselhinho. Conviva à distância de forma distante, preservando-se, mantendo o seu íntimo tb preservado, a sua privacidade reservada. A vida vai além disso aqui. Apaguei tudo que me pesava, vida nova... Passado, passou. Página virada. Vida que segue! Novos tempos! Tenho tanto no meu futuro a conquistar e aprender. Desafios e descobertas a serem desbravados. Ficar presa no passado é perda de tempo. Vida! Amores de verdade ficam.