domingo, 20 de novembro de 2016

Dia da conciência negra, sim!




Triste realidade que o negro passava. Hj, com a aceitação do seu próprio esteriótipo, começaram a se assumir, e assumir a própria beleza negra. Blackpower na veia. Cabelos cacheados e bem transados, turbantes, uma cor mais forte, uma moda afro e peles bem maquiadas estão fazendo agora com que as mulheres e homens negros se assumam como são e não tenham que eternamente precisar se submeter ao branco até na sua aparência. A indústria e o comércio, o mundo negro começou a ser mais visto e considerado e é assim que a auto-estima vai se elevando apesar de tantos séculos os colocando em segundo plano. Há tanta beleza nos corpos, cabelos, pele, sorrisos e almas dos negros... Cheirosos, lindos e inteligentes, são assim que os vejo e sei que são. Pra nós brancos é fácil dizer que não precisa ter dia da consciência negra, pois precisava ter dia da consciência humana, mas pra eles que vivem a discriminação na pele pela história afora, não, é importante, sim! Qualquer tipo de preconceito é nojento, e eu repudio. Por isso que acho que precisamos, sim, falar disso no dia da consciência negra! Por que, não?